crenças limitantes

DESCUBRA O QUE TE IMPEDE DE CRESCER

Cada experiência que vivemos gera uma interpretação literal no nosso cérebro. Isso é um mecanismo comum do nosso organismo para que sempre se esteja preparado para uma situação que identificamos como perigosa.

Até aí, tudo parece bem, certo? Não, não está nada bem.

 

Boa parte dessas interpretações são provenientes do nosso cérebro límbico e reptiliano, que representam 75% da nossa capacidade cerebral e são formados pelas nossas emoções e instintos. Os 25% que sobram, são o nosso Córtex, a parte racional. As informações armazenadas no límbico e no reptiliano muitas vezes estão no nosso subconsciente e em função disso, sentimos coisas que não conseguimos explicar e temos ações por instinto que não temos como controlar. Aqui entram as crenças limitantes.

Por mais que se acredite viver uma verdade absoluta, tudo que vemos é interpretado conforme nossas experiências anteriores. Uma árvore no meio do parque pode remeter a diferentes significados para cada pessoa, unindo suas memórias armazenadas desde a infância.

Se você for estudar programação neurolinguística, dentro de todos os conhecimentos que a área aborda, tem uma parte que lida especificamente com nossas crenças limitantes. Através disso, é possível desconstruir nossos “traumas” e passar a reprogramar as nossas interpretações conforme a realidade atual das coisas. Ou seja, se até hoje, diante de uma determinada situação você tem um bloqueio mental, é possível desconstruir essa crença limitante para substituir a sua crença antiga por uma crença adequada.

A crença limitante nos impede de ter resultados positivos na nossa vida, como ser bem sucedido, ser produtivo, conservar bons relacionamentos, falar em público ou simplesmente expor nossa opinião.

 

Será que você tem crenças limitantes te impedindo de crescer?

Leia as frases abaixo e reflita se alguma delas faz parte das coisas que você pensa no dia a dia:

  • Impossível ter tempo para tudo na minha vida
  • Meu dia só daria certo se tivesse 30 horas
  • Eu não sou inteligente suficiente
  • Eu não sou o tipo de pessoa que consegue as coisas
  • Preciso que tudo seja sempre perfeito
  • Eu não posso / eu não consigo / eu não sei
  • Não sou mais jovem, não posso fazer isso de jeito nenhum, sob nenhuma hipótese
  • Não existe trabalho dos sonhos
  • Relacionamentos sempre tem pontos negativos
  • Amizades verdadeiras nem existem
  • Nunca vou conseguir pagar todas as minhas contas
  • Acumular dinheiro é impossível
  • Ficar rico licitamente é impossível, pois os ricos são ladrões
  • Gente rica é sempre esnobe e eu não gosto
  • Não tenho dinheiro pra nada

Se você pensa em algumas dessas frases, você tem uma crença limitante para desconstruir.

 

De onde vem uma crença limitante?

As crenças limitantes, sendo origem de uma experiência, sempre terão seu início em um evento, podendo ter começo desde a infância até a fase adulta.

 

Crenças limitantes de origem hereditária:

São crenças provenientes da própria família do indivíduo. Ele cresce ouvindo referências de seus pais sobre determinado assunto e grava no seu subconsciente informações sobre isso. O indivíduo escuta “Você é muito desorganizado”, “Você tem esse jeito, portanto nunca vai arrumar alguém”, “Você só faz m…”, “Dinheiro é ruim”, “o rico cada vez fica mais rico e o pobre cada vez fica mais pobre”, etc. Tudo isso fica armazenado e vai influenciar na forma como ele enxerga a si mesmo e ao mundo.

 

Crenças limitantes de origem pessoal:

O indivíduo não entrou na faculdade que muitas pessoas apostavam que ele entrasse. O indivíduo fracassou no casamento que esperava ser perfeito. O indivíduo foi demitido do emprego que almejava crescer. O conjunto dessas experiências pode gerar uma crença limitante de incapacidade, influenciando para sempre na obtenção de qualquer sucesso na vida do indivíduo caso ele não desconstrua. Além de uma tendência de obstinar-se em fazer as coisas com perfeição, ser detalhista demais, ou ter medo de conhecer pessoas novas, começar a trabalhar em lugares novos, ter medo excessivo de qualquer risco.

 

Crenças limitantes de origem Social:

São crenças oriundas de um grande círculo que pode incluir os amigos, os conhecidos, a mídia, os vizinhos, os professores entre muitos outros membros do círculo social da pessoa. Crenças do tipo “sair de noite é perigoso e você será assaltado”, “se você é gordo, você é feio”, “conciliar sucesso no trabalho com relacionamento é impossível “, podem desencadear interpretações no subconsciente que levem a pessoa a ter medo excessivo, estresse excessivo, entre diversos transtornos psicológicos como TOC, Anorexia, Síndrome do Pânico, etc.

 

Identifique e trabalhe suas crenças limitantes

Para ressignificar suas crenças, dependendo do tamanho delas, você pode procurar desde meditações de auto-conhecimento até um coach ou um psicólogo.

Procure olhar para si mesmo,  questione-se:

“O que me impede de crescer?”

A)  Se a sua resposta for uma crença limitante, a solução está aí dentro.

B)  Se a sua resposta não é uma crença limitante, então é só você partir para a ação!

 

Sobre o autor:

Queremos te conhecer!

Então se você quiser conversar com a gente ou apenas tirar alguma dúvida sobre nossos serviços, insights ou equipe, é só deixar uma mensagem ou ligar.

CHAMPS RS

51 99206.3876

CHAMPS SC

48 98849.0294

CHAMPS SP